Sexta-feira, 15 de Outubro de 2021

Buscar   OK
Noticias abraço
Publicada em 05/10/21 às 19:21h
DEPUTADOS APROVAM LICENÇA TEMPORÁRIA E PUBLICIDADE DE COVID PARA RÁDIOS COMUNITÁRIAS
O Projeto e de autoria do Deputado Aluisio Mendes (PSC-MA)

Agência Câmara de Notícias


Plenário Ulisses Guimarães  (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados )

A Câmara dos Deputados concluiu a votação do Projeto de Lei 2750/20, que permite a concessão de licença temporária de operação, por 180 dias, para rádios comunitárias submetidas a medidas disciplinares de restrição de operação, suspensão ou revogação da autorização. A matéria será enviada ao Senado.


O texto aprovado é um substitutivo do relator, deputado Paulo Magalhães (PSD-BA), que prevê a prorrogação da licença temporária enquanto estiverem em uso medidas de contenção da pandemia de Covid-19 por meio de procedimento sumário, com dispensa de documentações, do pagamento de taxas, multas ou tributos.


O autor do projeto, deputado Aluisio Mendes (PSC-MA), ressalta que a intenção é ajudar a população a obter informações sobre as medidas de contenção e prevenção contra a Covid-19, principalmente em municípios menores.


Durante o período da licença temporária, o projeto suspende as multas e a pena de revogação da autorização, mas o substitutivo exclui dessa suspensão as penalidades motivadas por produção de interferência indesejável em serviços que se utilizem de ondas de rádio como suporte para a prestação de serviços públicos essenciais.


Pontos rejeitados
Na votação em Plenário, foram rejeitados todos os 
destaques e emendas apresentados:

- emenda do deputado Bohn Gass (PT-RS) pretendia resolver problemas de interpretação sobre conflito de sinais que dificultam a recepção de sinais de rádios em localidades limítrofes;

- destaque do Psol pretendia evitar a dispensa do pagamento de multas, taxas e tributos na renovação permitida;

- emenda do deputado Bohn Gass pretendia limitar a validade da licença temporária, após um ano, ao tempo decorrido até o Ministério da Saúde declarar a imunização de 80% da população contra a Covid-19;

- destaque do PCdoB pretendia retirar do texto a suspensão da cobrança de multas e da aplicação da penalidade de revogação da autorização.


Reportagem – Eduardo Piovesan

Edição – Pierre Triboli

Com informações da  Agência Câmara de Notícias

Fonte - Abraço Brasil




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


TV ABRAÇO






Fan Page

(65)99974-4078

Áudios
1
Spot chama parlamentares a apoiar Projeto de Radcom
PL 10637/2018
2
JINGLE CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA
MOVIMENTOS SOCIAIS














Associação Brasileira de Rádios Comunitárias
Copyright (c) 2021 - ABRAÇO BRASIL - Todos os direitos reservados